Câmara pede ao STF prisão de humorista Danilo Gentilli por ataques a deputados

Divulgação

A câmara dos deputados pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do humorista Danilo Gentilli com base na Lei de Segurança Nacional por defender que a população entrasse no legislativo e “socasse todo deputado” que estava discutindo a proposta de emenda constitucional (PEC) da imunidade parlamentar.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, (PP-AL), Concordou com o processo e pediu que o comediante receba o mesmo tratamento dado a Daniel Silveira (PTB-RJ), que foi preso por incentivar apoiadores a baterem em ministros no STF.

O humorista fez a postagem no Twitter no dia 25/02/2021. Ainda não foi definido se Gentilli será preso ou se o processo será arquivado. Há possibilidade do processo ser enviado para a Procuradoria Geral da República e ser julgado em primeira instância, pois Gentilli não tem imunidade parlamentar para ser julgado pela corte.

No dia 01/03/2021, Gentilli fez nova postagem no Twitter relatando que foi alvo de críticas por alguns deputados, após já saber do mandato de prisão:

Publicado por Marcos Almeida

Formado em Psicopedagogia, Empreendedor Digital e Criador de Conteúdo Digital

%d blogueiros gostam disto: